Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 28 de julho de 2009

Turismo Interno

Mais uma "daquela época"...
"Sou...
uma ilha feita de paz,
não tenho para onde fugir
e em mim fico.
Me enfrento
e gosto do gosto
Desgosto
Esgoto
Zigoto de prazer
Orgasmos doces, secos
e intermináveis
E afável e em mim fico
Uma ilha de paz
Sentir-me incompreendida não me incomoda
me dá gosto
mistério com vontade de em mim ficar
E não me expor, se não à mim."
Janeiro, 99

Nenhum comentário:

Postar um comentário