Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Paraíso x Inferno Astral

Por pura curiosidade coloquei no "google" paraíso astral hoje de manhã, e entrei no primeiro site que ele me disponibilizou. A explicação do site diz o seguinte:
"Inferno Astral é o período de 30 dias que antecede a data de seu aniversário. Nessa época, a cada ano, você fica mais sensível e precisa se dar a si mesmo(a) mais atenção. Durante essa fase, recomenda-se fazer um balanço de sua vida e quando se deparar com problemas, esforce-se por resolvê-los.
Paraíso Astral é o oposto de Inferno Astral, quando tudo parece funcionar perfeitamente bem, ou pelo em um nível melhor."
Agora, a minha explicação por esta busca deve-se a proximidade do meu aniversário. De acordo com este site, o meu inferno astral começa dia 25 de Abril, um mês antes da data comemorativa. Se fosse em outro anos, talvez eu acredita-se mais nesse lance, mas este ano as coisas estão diferentes. Estão mais calmas. Eu estou mais paciente, e melhor comigo mesma. Estou mais em paz, mais 'bem resolvida', buscando cada vez mais o silêncio em mim e muito feliz por isso.
Nunca fui muito fã da quietude, sempre preferi minha vida mais agitada, mais turbulenta, pois se encaixa melhor com minha impulsividade e minha impossibilidade de tomar decisões numa calmaria e céu de brigadeiro. Apenas consigo tomar atitudes no momento de tensão, de estresse, de 'fudeu, e agora???'. Não posso reclamar, porque no fundo, sempre me sai bem melhor dessas situações do que dos momentos que tenho calma para decidir. Mas agora posso afirmar que algo mudou. Quero calma para pensar, calma para decidir, calma para tomar atitude. Quero me definhar de tanto pensar! Quero fundir a cuca até meu limite e dizer "sim, isso é melhor do que aquilo".
Talvez seja o famoso TRINTÃO chegando. Sim, farei 30 anos. Estou feliz. Estou bem. Estou satisfeita. Nunca fui muito fã do meu aniversário, embora de certa forma sempre quis comemorar de alguma maneira, nem que seja com um jantar pequeno em família apenas (leia-se Aninha, Di, Marcos e Kiko).
Voltando à astrologia. De acordo com o site, meu paraíso astral dura do dia 23 de outubro ao dia 22 de novembro. Pois eis que EU DISCORDO. Estou vivendo o meu paraíso astral agora pombas! Sim, por definção é o momento em que tudo parece funcionar perfeitamente bem! Não estou analisando minha vida por completo, ainda tenho diversos caos presentes, dúvidas me consumindo, estresses, tensões etc. Refiro-me a mim apenas. Eu estou bem. Estou estou perfeitamente bem. E o melhor: feliz por esta mudança que veio chegando devagarzinho e me dominou de forma aprazível. Estou conseguindo enxergas estes caos e estresses de forma diferente. Não estou deixando que me consomam até o talo.
Tenho muitos amigos que já cruzaram a linha dos 30. A maioria na verdade. Alguns me revelaram na véspera um desespero. Outros uma ansiedade.
É uma data importante. (todas são, mas peraí!!!). Fazer trinta anos é um verdadeiro rito de passagem. Como Clarice Lispector um dia escreveu, fazer trinta anos é cair em área sagrada. Não me refiro ao número 30 na certidão de nascimento. Tem gente de 50 anos que não tem 30 ainda, assim como tem uns de 21 com 30 já. Tem gente que jamais alcançará os 30; uma pena... Pois eu tenho a sorte de estar preparada e querer muito virar os 30 exatamente no momento que estou virando 30. E isso é o máximo!
É como se tudo antes dos 30 fosse uma grande fase de aprendizagem. De amadurecimento. Não que acaba por aí... óbvio que não, e quem já vem me acompanhando sabe que jamais afirmaria uma loucura dessas! Mas é como se antes dos 30 estivesse para a escola como o após está para a fase pós escola (seja faculdade, trabalho...tanto faz). É uma fase de redescoberta pessoal. As escolhas de Sofia, as caixas de Pandora, todas explodem nesse momento, e tua perspectiva é outra. As mesmas questões são enxergadas por outro viés. Aprendemos que sim, há o outro lado da moeda.
A virada dos trinta é aquela curva na estrada. Aquela que tem uma placa avisando: curva fechada, desacelere. Não há maneira de ver o que há após a curva, portanto vá com cuidado. Analise bem a estrada, veja se há um barranco, um precipício, outro carro na contramão. Olhe cuidadosamente no retrovisor, analise se vem alguém atrás, pise no freio com antecedência para não causar um engavetamento. Anuncie um distanciamento de quem vem de trás, mas não perca de vista. Veja se não há buracos ou óleo na pista, pois derrapar na curva é um perigo. Veja se não há animais nesta área, pois a última coisa que se quer é atropelar algo.
Ou seja, pense, repense, analise, descubra, e principalmente, redescubra. Não delete nada anterior, não ignore nada, não engavete nada, e cuidado com os próximos. Não torne-se egocêntrico, não atropele ninguém. Olhe-se mas não se esqueca que há um mundo gigante no seu exterior, e que sem ele você não é ninguém.
Enfim, por estas e outras afirmo com convicção: eu decidi que meu inferno astral esse ano não existirá. Já tive 2 anos seguidos de muita merda, de perdas etc. Estes 2 anos corresponderam ao meu inferno astral dos 30. Pois agora, estou a 2 passos do paraíso. Estou entrando lá. E não tenho pressa, não estou ansiosa, pois sei que será simplesmente incrível!
Forte abraço a todos! Obrigada pelo desabafo!

4 comentários:

  1. Que seu paraíso astral seja inversamente proporcional ao inferno, então: dois anos seguidos de muita felicidade. Pelo que eu vi, preparada pelo menos você está!

    ResponderExcluir
  2. assim espero Edu! obrigada pela presença constante aqui...me faz um bem que você nem imagina! abraços!

    ResponderExcluir
  3. 30... eu recomendo, sério! Irei para 33 em Setembro e acho que há alguns processos, lentos, arrastados, algumas percepções de anos sobre si que se concluem, que mudam. Diz também a astrologia é o tal retorno de Saturno, seja o que for é bom. E se a versão Bia-29 já é encantadora, o que virá a seguir? Mal posso esperar... Bj enorme

    ResponderExcluir
  4. Seu inferno astral é supostamente no meu aniversario! Que trocadilho!! Haha
    adorei o texto - que vc curta essa nova fase!!

    ResponderExcluir